Olá meninas, tudo bem?!

Há um tempo, compartilhei com vocês o susto que passei com a Isabele aos 16 dias de vida (falei aqui). Desde então, a Isa passou a ter alguns sintomas de refluxo, foi medicada e por um tempo os sintomas desapareceram. Eu, na minha inocência, achei que minha princesa já estava curada, mas não foi assim, os sintomas voltaram e ainda piores, fiz um vídeo para compartilhar um pouco do que passei nesses dias difíceis.

Bebês podem ter refluxo porque uma válvula que conecta o esôfago ao estômago, chamada esfíncter, está enfraquecida ou não está funcionando direito. Essa condição permite que alimentos e sucos gástricos voltem do estômago em direção à boca. Cerca de 40 por cento de todos os bebês apresentam algum tipo de refluxo, mas apenas em uma pequena porcentagem ele se torna um problema sério e persistente. 
A verdade é que o refluxo é um incômodo temporário, que geralmente melhora à medida que o aparelho digestivo do bebê amadurece.

Quer saber mais?! Aperta o PLAY e assiste:

Acho muito importante compartilhar este tipo de informação, pois existem muitas mamães passando pela mesma situação que eu.

E aí, gostaram do post de hoje?! Espero que sim, pois como sempre preparei com muito carinho.

Beijinhos da Tutty e até o próximo post

Bye Bye